A Imagem como Ausência

Espetáculo solo de Marcus Moreno, integra a mostra Primeiras obras, do projeto Conexões de dança contemporânea

Paulista da cidade de Guarulhos, Marcus Moreno é ator, coreógrafo e dançarino, com bacharelado em Comunicação das Artes do Corpo pela Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC-SP) e licenciatura pela Universidade Anhembi Morumbi. Até 2007, atuou na Cia Brancaleone de Teatro em Guarulhos, e estudou dança com Vera Sala, Rosa Hércoles e Cláudia de Souza. Marcus inspira-se na obra do pintor expressionista abstrato americano Jackson Pollock (1912-1956) para o primeiro estudo solo de sua carreira, A imagem como ausência, elaborado enquanto reflexão sobre espaços vazios e sobre o movimento que nasce da urgência de dançar. “Como o pintor que inicia sua obra com uma primeira marca de tinta sobre o quadro, a dança aqui vem de um impulso interno”, compara.


contato@doctela.com.br